A Confederação Brasileira de Skate (CBSk) e a Federação Paulista de Skate (FPS) vêm através desta repudiar quaisquer atos de violência praticados por qualquer pessoa e, também ao preconceito à prática do skate e aos skatistas.

A CBSk e FPS lamentam os incidentes ocorridos durante as comemorações do Dia Mundial de Skate em São Paulo (SP), sensibilizando-se com os feridos e aguardando investigações e providências necessárias das autoridades competentes.

As entidades, CBSk e FPS, informam que o mercado do skate movimenta anualmente mais de R$ 1 bilhão no Brasil, com forte potencial de crescimento. Segundo pesquisa realizada pela SGI Europe (Sports Good Intelligence), tal mercado gera dezenas de milhares de empregos diretos e centenas de milhares de empregos indiretos, além de milhões em impostos. Conforme pesquisa do Atlas do Esporte no Brasil em 2003 o skate é pelo menos o sétimo esporte mais praticado no território nacional e segundo dados da Prefeitura de São Paulo em 2004, o segundo mais praticado pelos alunos na rede municipal de ensino na capital paulista. De acordo com a pesquisa encomendada pela CBSk em 2015 junto ao Instituto Datafolha, são mais de 8 milhões e meio de praticantes no país sendo quase 900 mil somente na cidade de São Paulo. Tal contingente é formado não apenas por estudantes de nível primário, secundário e superior, como também por profissionais liberais, empresários, comerciários, bancários, operários e funcionários públicos, pagando impostos e contribuindo para a melhoria da sociedade, tendo direito e acesso ao Lazer e Recreação.

Diversas entidades sem fins econômicos desenvolvem ações de resgate social utilizando o skate como ferramenta e têm colhidos excelentes frutos em suas comunidades, educando crianças e jovens. O crescimento do skate em todo mundo é tão notável que o esporte estará presente nas próximas Olimpíadas, em Tóquio 2020.

Em referência ao esporte de Alto Rendimento, os skatistas brasileiros estão entre os melhores do mundo, sendo que metade dos títulos mundiais dos últimos 10 anos foram conquistados por homens e mulheres do nosso país. Com a participação de skatistas nos Jogos Olímpicos 2020 as chances dos brasileiros trazerem medalhas para o país são altíssimas, sendo favoritos em quaisquer competições onde participam durante as 2 últimas décadas.

Com uma taxa crescente de sedentarismo na infância e juventude, como trânsitos caóticos nas cidades, desejamos que a  sociedade, através dos poderes públicos, incentivem a prática de esportes e transportes alternativos como o skate.

É inadmissível em pleno Século XXI palavras de preconceito serem proferidas contra praticantes de skate, tentando menosprezá-los! Que qualquer ato contra os direitos do cidadão sejam repudiados e apurados.